Meta do prefeito Gustavo Mendanha que é neste ano de 2020 a Secretaria de Educação consiga atingir 100% das unidades escolares de ensino fundamental.

Para o prefeito Gustavo Mendanha (MDB) a construção de uma uma sociedade mais justa e igualitária requer investiments na educação, desde a base. E é isso que o gestor público tem promovido em Aparecida de Goiânia. E um dos pontos que mais se desenvolveram em 2019 na área educacional foi a determinação de Gustavo Mendanha de instituir o ensino de Robótica nas escolas da rede municipal de ensino de Aparecida de Goiânia. No ano passado, de acordo com dados da secretaria de Educação, Cultura e Turismo, o ensino da robótica como disciplina optativa extracurricular no contra-turno escolar foi expandido para 50% das 58 escolas municipais. A ação faz parte do Projeto Cidade Inteligente que visa tornar Aparecida uma cidade mais tecnológica.

Com o propósito de viabilizar um ensino de robótica de qualidade, a Prefeitura de Aparecida e a Semect investiram na aquisição de softwares e na estruturação de laboratórios tecnológicos. Além disso, no primeiro trimestre, um grupo formado por coordenadores pedagógicos, estagiários e membros da Semec participaram da Primeira Jornada de Formação em Robótica Educacional com encontros pedagógicos ministrados pela empresa carioca Cone Sul.

“Estamos preparando nossas crianças e adolescentes para enfrentar os avanços de uma sociedade cada vez mais tecnológica. A aula de robótica, com a utilização da tecnologia na formação do ensino-aprendizagem, contribui para o desenvolvimento educacional, desperta a criatividade e raciocínio, incentiva o trabalho em equipe, facilita o aprendizado em disciplinas como matemática, física, química, história, geografia e língua estrangeira.  Além disso, inspira crianças e jovens a seguir carreira no ramo da ciência, engenharia, artes e exatas”, ressaltou a titular da pasta da Educação, Valéria Pettersen, ao falar sobre a natureza transversal das aulas de robótica.

E os resultados deste investimento em robótica estão sendo traduzidos em títulos em competições regionais e disputa em torneios nacionais. Um dos exemplos que podemos citar é o da Equipe QuickSort, da Escola Municipal Francisco Rafael Campos, primeira da rede a receber o ensino de robótica. Em outubro de 2018, eles ganharam o troféu Revelação no Campeonato Regional de Robótica, realizado no Sesi da Vila Canaã, tendo concorrido com 45 escolas públicas dos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Ano passado, esta mesma equipe conquistou o terceiro lugar na categoria Cabo de Guerra Nível II (de 14 a 16 anos), do 1º Torneio Juvenil de Robótica – etapa regional, evento organizado pela Escola de Ciências Exatas e da Computação (ECEC) da PUC Goiás, que reuniu 40 equipes de vários municípios goianos.

Além do ensino de Robótica, o balanço das ações realizadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semec), em 2019, mostra o amplo investimento nesta área pela gestão municipal. A rede de ensino de aparecida é composta por 58 escolas municipais, 31 centros municipais de educação infantil e 5 escolas municipais de educação integral próprias e conveniadas, pontos onde se distribuem inúmeros projetos e atividades realizadas com foco no atendimento dos mais de 44 mil alunos e 4,8 mil servidores da pasta em 2019.

Nos 200 dias letivos do Calendário Escolar às unidades de ensino promoveram suas atividades pedagógicas regulares durante as aulas e também participaram de inúmeras atividades complementares propostas pela Semec em painéis temáticos para alunos, professores, coordenadores, diretores, servidores administrativos e a comunidade em geral. Confira as principais ações deste ano realizadas na Educação de Aparecida.

Kits escolares e uniformes 

Preocupada com a aprendizagem de milhares de estudantes da rede municipal, a Prefeitura de Aparecida, por meio da Semec, entregou, em janeiro de 2019, a todos os alunos das escolas municipais, kits escolares com todo material necessário para o ano letivo. Os alunos receberam materiais diferentes, de acordo com o ano escolar.

O kit do 1º ao 5º ano foi composto de 1 pasta transparente, 1 caderno espiral 40 folhas, 3 cadernos espiral 96 folhas, 1 bloco de desenho, 1 tabuada, 1 pacote de massa de modelar, 1 tesoura,  1 caixa de lápis de cor 24 cores, 1 cola, 4 lápis, 1 borracha, 2 apontadores, 1 estojo escolar, 1 caderno de caligrafia, 1 régua, 1 maleta escolar.

Já no kit escolar do 6º ao 9º ano havia 1 pasta transparente, 2 cadernos espiral 200 folhas de 10 matérias, 2 cadernos espiral 96 folhas, 1 caneta azul, 1 caneta preta, 1 caneta vermelha, 1 tabuada, 1 tesoura,  1 pincel marca texto, 1 caixa de lápis de cor 24 cores, 1 cola, 4 lápis, 1 borracha, 1 apontador, 1 estojo escolar, 1 régua, 1 maleta escolar.

Todos os 44 mil estudantes matriculados na rede municipal de Educação em 2019 também receberam gratuitamente dois conjuntos de uniforme. Meninos que estudam pela manhã receberam duas bermudas, uma blusa manga longa e uma blusa manga curta. Já as meninas receberam um short-saia e um short, além de duas blusas de modelos diferentes. Quem estuda a tarde também ganhou dois jogos de uniformes, sendo que para as meninas foram um short e um short-saia e para os meninos duas bermudas, ambos acompanhados de duas camisetas de manga curta.

Foto: Rodrigo Estrela

Manutenção

Na primeira quinzena de novembro, a Prefeitura de Aparecida anunciou a execução de uma ordem de serviço no valor de R$ 10 milhões para manutenção de unidades escolares da Rede Municipal de Educação. Na solenidade de assinatura do documento, o prefeito Gustavo Mendanha fez a leitura da lista das 17 escolas e do Cmei, unidades que estarão na primeira etapa do programa de reformas e falou sobre o compromisso de sua gestão com a manutenção das unidades de ensino de Aparecida.

“Esses R$ 10 milhões serão parte do recurso que investiremos neste programa de manutenção e reparos nas escolas da nossa cidade no próximo ano, que poderá chegar à ordem de R$ 30 milhões. Temos um compromisso com a Educação e, com recursos próprios, estamos investindo para melhorar as condições de trabalho dos nossos servidores e para o conforto dos nossos alunos”.

Denominado “Programa: Cuidar da Escola é Dever de Todos”, a proposta é a conservação do patrimônio material das 94 unidades educacionais do município entre CMEIS, EMEIS e Escolas Municipais. De acordo com a Semec, serão reformados e reparados pisos e revestimentos, forros e esquadrias, portas e portões, instalações elétricas e hidrossanitárias. Aspectos como pintura, reforma da cobertura e serviços de adequações de algumas unidades na parte de acessibilidade também são focos deste programa. “Essas reformas também visam adequar nossas unidades escolares às exigências do Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária”, explicou a titular da pasta Valéria Pettersen.

Cursos e Eventos

Fomentar a formação social dos alunos da rede municipal foi o principal foco de atuação da Secretaria Municipal de Educação. Pensando nisso, a pasta em parceria com o Poder Judiciário promoveu de agosto a novembro do ano passado o projeto Lei Maria da Penha na Escola. Voltado para gestores e técnicos administrativos das unidades escolares, a iniciativa teve por objetivo promover a formação de multiplicadores com conhecimentos sobre a temática da violência doméstica e contra a mulher, de forma a debater, orientar e prevenir que crianças e adolescentes possam se tornar futuras vítimas e/ou agressores no futuro.

A Semect também realizou em novembro, no CEL da OAB, a “Mostra Pedagógica, Cultural e Tecnológica de Aparecida”. O evento apresentou projetos de estudos e experiências realizados em 94 unidades de ensino do município ao longo do ano letivo. Com sete eixos temáticos sobre “Educação: construindo uma cidade inteligente”, a mostra reuniu produções sobre Inovação e Tecnologia, Arte e Cultura, Literatura, Meio Ambiente, Alimentação, Inclusão e Esporte em um evento aberto ao ou público.

A pasta da Educação municipal promoveu também o “Curso de Formação em Gestão Escolar”, que formou servidores da rede que se candidataram ao cargo de diretor das unidades de ensino, em eleição realizada no último dia 29 de novembro. O objetivo do curso foi de informar sobre as competências dos cargos de gestores e coordenadores de unidades escolares, além de promover o aprofundamento teórico, técnico, político e pedagógico destes servidores que ocuparão os postos de comando no próximo biênio 2020/2021.

Piso Salarial – A Prefeitura de Aparecida de Goiânia por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo homologou na última sexta-feira de 2019 (27), o acordo firmado junto à Justiça de Goiás com o Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado de Goiás (Sintego), para pagamento retroativo do Piso Nacional do Magistério referente aos anos de 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019.

De acordo com o documento do acordo, o município pagará o montante de R$ 11.569.537,61 a cerca de 2.565 professores que têm direito ao valor retroativo em duas parcelas. A primeira parcela, referente ao Piso Salarial 2015 e 2016 será depositada na conta bancária de cada servidor até o dia 30 de dezembro de 2019 e a segunda parcela será relativa ao Piso Salarial de 2017, 2018 e 2019. O pagamento da segunda parcela será feito no mês de agosto de 2020. Ainda segundo o acordo firmado, esse valor de mais de R$ 11,5 milhões não terá incidência de juros e multas em sua assinatura.