Candidato diz que é preciso estabelecer um sistema mais justo e que a cobrança de impostos é determinante na organização da cidade.

O candidato Elias Vaz, da coligação Goiânia Merece Mais (PSB/PDT/Rede Sustentabilidade), defende como uma das ações importantes na sua gestão a revisão do Código Tributário da capital. “O Código aplicado hoje está em vigor desde 1975 e não representa a realidade da nossa cidade. É extremamente injusto e ultrapassado”.

Segundo Elias Vaz, um dos pontos a serem alterados é o sistema de cobrança de IPTU. Ele cita como exemplo a situação da região central de Goiânia. “Não é justo o morador do centro pagar uma alíquota que é quase o dobro do que pagam os moradores de condomínios fechados de luxo. Naquela época, quando o Código foi elaborado, o centro era uma região de destaque. Hoje, enfrenta uma série de problemas e a cobrança precisa ser revisada. Vamos construir um Código Tributário mais justo para a capital”.

O candidato argumenta que os tributos não podem ser encarados apenas como instrumento de arrecadação, mas também como ferramenta para a organização do município. “Vamos oferecer incentivos para que empresas se instalem nos bairros, para que pólos industriais sejam criados nas regiões de acesso à cidade, como GOs e BRs. A ideia é que haja geração de empregos onde existe mão-de-obra e isso vai facilitar inclusive a questão da mobilidade urbana”.