Programa Produtor de Águas, implementado nesta administração, incentiva a preservação e conservação dos mananciais hídricos do município junto aos produtores rurais.

Enquanto a presidência da República caminha na contramão, com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) incentivando o desmatamento da Amazônia, em Senador Canedo, o prefeito Divino Lemes (PSD) faz o caminho contrário: o da preservação.

Implementado na sua l gestão, o Programa Produtor de Águas, incentiva ações que garantem a preservação dos mananciais, ao mesmo tempo em que possibilita o aumento e conservação das reservas hídricas da cidade. O trabalho é realizado junto a produtores rurais, sob a coordenação Sanesc, a empresa municipal de saneamento de Senador Canedo.

Através da Sanesc, o Programa Produtor de Águas firmou parceria com outros órgãos, como a Agência Municipal de Meio Ambiente, Emater e o Ministério Público. Este último que auxilia não só na fiscalização ambiental, como também em parceria público e privado, que possibilita que multas judiciais e TACs sejam investidos em obras e ações de melhorias.

O Programa Produtor de Águas é formatado pela Agência Nacional de Águas, que usa o conceito de pagamento por serviços ambientais (PSA), que estimula produtores a investirem no cuidado com as reservas hídricas de sua propriedade, com apoio técnico e financeiro que garante conservação. Em Senador Canedo, o grande objetivo é o estudo integrado das nascentes do município, a conservação e recuperação da Bacia do Rio Sozinha e do Bonsucesso. A proteção resolve o impacto que a degradação poderia ocasionar no ciclo hidrológico da região.

Meta é proteger 150 nascentes
A duas bacias integradas possuem mais de 150 nascentes, que vem sendo mapeadas, com grande importância para o abastecimento de água tratada, com impacto não só a população, de forma geral, mas também para economia da cidade. “O estudo integrado da proteção de nascentes junto à recuperação destas possibilita melhorias significativas na quantidade e qualidade da água, promovendo consequentemente resultados positivos no meio ambiente, na qualidade de vida das pessoas, e na economia”, descreve Miriam Amâncio de Lima, coordenador do Programa em Senador Canedo.

Segundo Divino Lemes, “os trabalhos não só identificaram áreas rurais, indústrias e demais estabelecimentos comerciais que estão junto ao leito, nascentes e em áreas de preservação permanentes são mapeadas, e ações de fiscalização são realizadas de forma constante, com o objetivo de garantir o cuidado com o recurso ambiental. Demais trabalhos, como essa de controle e proteção do recurso hídrico, são realizadas, como a implantação do Viveiro Municipal, da AMMA, que atua recuperação de mata ciliar de nascentes, importante medida para conservação destas.

Produtores
O prefeito Divino Lemes prioriza toda atenção do programa á conscientização dos produtores rurais sobre a necessidade de manutenção das nascentes. Neste sentido, os técnicos da Sanesc e dos outros órgãos, realizaram vários estudos de mapeamento da Bacia Hidrográfica, em aspectos gerais, climatológicos, geológicos e morfológicos, além do estudo da fauna e flora da região. Junto a isto um planejamento de atuação, que vem sendo montado para ser realizado diretamente com os proprietários da zona rural do município. O diagnóstico das nascentes e das áreas de preservação permanente ao longo do leito foi imprescindível para atuação no planejamento de medidas de recuperação.

O mapeamento feito aerofotogramétrico e por geoprocessamento é importante passo para observar a realidade mais exata das nascentes. E o Programa Produtor de Águas é uma ação acertada ambiental de investir na educação junto ao proprietário rural, por exemplo, não só punir, mas fazer compreender, que a proteção o auxilia diretamente, não só em sua terra, mas também a toda a cidade”, sintetiza Weuver Xavier, presidente da Sanesc.