Ditadura censurou notícias sobre a meningite e falhou no controle da epidemia, Bolsonaro faz o mesmo e fracassa no covid19

No meio  do “Milagre Econômico”  (1970-1973), estourou a epidemia de meningite no Brasil. O ditador de plantão, o general Emilio Garrastazu Médici, proibiu divulgação de número de mortos e infectados.  48 anos depois, o ex-capitão Jair Bolsonaro faz o mesmo. A diferença é que a economia está ladeira abaixo, o desemprego em alta e o povo quer ir para ás ruas para defender a democracia e pedir o fim do mandato do presidente.