O Festival Internacional da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás começa nesta quinta-feira, (05/11), e segue até o dia 20 de novembro. A programação do evento conta com a exibição de longas, curtas metragens, bate-papos com os diretores dos filmes, arte drag e espetáculos teatrais. Os filmes serão exibidos pelo site: digofestival.com.br e as demais atrações no facebook do festival. O acesso é gratuito!

A abertura da 5º edição do DIGO, (05/11), terá uma intervenção artística do ator Global Bernardo de Assis. Além dele vários parceiros e realizadores darão depoimentos sobre a importância do festival para o movimento LGBTI+. Tanto essas; quanto todas as outras atividades da programação serão ao vivo, sempre às 19h, no facebook.com/digofestival. Neste mesmo dia o público já poderá conferir os filmes selecionados pela curadoria no site do festival.

Na sexta-feira, (06/11), o destaque é para o bate-papo com os realizadores dos curtas goianos. São eles: Iury Bueno do curta “O Arco Íris tem Sete Cores”, Guilherme SF do “A Colheita”, Pedro Artur Crivello “A Origem de Zelda”, Alana Ferreira “Nem Puta nem Santa” e Vicent Glen Gielen do filme “Verde Cor de Rosa”. No sábado, (07/11), a conversa será com os realizadores dos longas: “A Mulher da Luz Própria”, “Homens Pink”, “Madame”, “Que os Olhos Ruins Não te Enxerguem” e “Miss Amazonas”.

Nos dias 9 e 10 de novembro vão acontecer bate-papos com os diretores dos curtas selecionados para a Mostra Nacional. Nos dias 12 e 13 com os realizadores dos filmes que participam da Mostra Suzy Capo.  No dia 16 a conversa será sobre Mostra Paralela com os realizadores. Dia 18 será o momento de convidados e realizadores falarem sobre Mostra Internacionais.

premiação dos filmes selecionados vai acontecer no dia 20 de novembro às 19h pelo perfil do DIGO no facebook.  Os realizadores escolhidos pelo júri técnico e o público vão ganhar prêmios em dinheiro e cursos voltados para a área do cinema. Além, claro, do troféu DIGO.

Espetáculos online

O DIGO – Festival Internacional da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás tradicionalmente realiza além das exibições dos filmes diversas atividades artísticas. Nessa 5ª edição o público poderá assistir de forma online três espetáculos teatrais. As exibições vão acontecer na forma de live no facebook do festival (facebook.com/digofestival). O acesso é gratuito!

O primeiro será “Vida Viada” que será apresentado no domingo (8/11) às 21h. O monólogo escrito e encenado pelo ator e cantor Guto Rocha descreve passagens da infância. “A idéia surgiu a partir de uma inquietação própria, da busca da minha infância como gay. E também da observação de outras crianças”, explica Guto.

“Inópia Humanóide” é o segundo espetáculo apresentado durante o festival. Ele será exibido do Rio de Janeiro no domingo, (15/11), às 19h.  A peça aborda de forma filosófica as perseguições às minorias, do ataque sistêmico ao que diverge ao poder instituído com base na truculência gerada pela ignorância arquitetada por um sistema genocida, corrupto e brutal. O monólogo escrito e dirigido por Ivan Martins tem a atuação do ator Mario Cardona Jr.

Para finalizar a série de espetáculos teatrais, “Ai De Mim Que Romântique” é um monólogo escrito por Júnior Bueno e interpretado por Nunna Queer. A peça fala sobre a dificuldade de ser romântico, independentemente de gênero ou idade. A proposta é utilizar do humor para refletir sobre as relações humanas. Anote aí! A exibição ocorre quinta-feira (19/11) às 21h, também no Facebook do DIGO.

SERVIÇO:

5º DIGO – Festival Internacional da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás –

Quando: 5 a 20 de novembro;

Onde: digofestival.com.br e facebook.com/digofestival

Mais informações: (62) 98566-6077

É de graça!