Membros da Comissão de Obras da Assembleia Legislativa querem ouvir conselheiros do Tribunal de Contas sobre o número de obras e serviços paralisados no Estado.

A Comissão de Serviços e Obras Públicas da Assembleia Legislativa se reuniu nesta tarde de quarta-feira (13) na primeira agenda de trabalho de 2019. Presidida pelo deputado Antônio Gomide (PT), a comissão deliberou como primeira ação uma visita ao Tribunal de Contas do Estado de Goiás. “Queremos nos colocar à disposição para um trabalho em conjunto com o TCE a favor das obras de Goiás”, explicou o presidente da comissão.
A visita também tem outro desdobramento: ter acesso ao setor de obras daquele tribunal a fim de buscar a lista completa de todos os projetos inacabadas, paralisadas ou não, espalhados pelo Estado. “Desta forma vamos poder criar um cronograma de trabalho e de visitas às obras. É importante que unamos forças para dar prosseguimento a estes projetos e que eles sejam entregues à população, sem mais atrasos”, explica Antônio Gomide.
Assinaram o documento, que determinou esta agenda ainda a ser marcada no TCE, o presidente Antônio Gomide (PT) e os deputados Amauri Ribeiro (PRP), que é suplente nesta comissão e o deputado Talles Barreto (PSDB).
Além de Gomide, a comissão é composta pelos deputados Wilde Cambão (PSD), vice-presidente, Charles Bento (PRTB), Dr Antonio (DEM), Paulo Cezar Martins (MDB), Rubens Marques (Pros) e Talles Barreto (PSDB).
São suplentes os deputados Amauri Ribeiro (PRP), Bruno Peixoto (MDB), Delegada Adriana Accorsi (PT), Diego Sorgatto (PSDB), Iso Moreira (DEM), Lucas Calil (PSD) e Vinícius Cirqueira (Pros).