O site Brasil247 registrou a atitude digna da procuradora Jerusa Viecili, que  pediu desculpas ao ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político há mais de 500 dias, por ter ironizado a morte de seus parentes.

Na sua conta no Twitter a procuradora escreveu:

“Errei. E minha consciência me leva a fazer o correto: pedir desculpas à pessoa diretamente afetada, o ex-presidente Lula”, pontuou procuradora.

Seu gesto é mais uma comprovação de que os diálogos da Vaza Jato são verdadeiros.

Jerusa aparece em mensagens reveladas pela série de reportagens do The Intercept em que procuradores ironizam a morte do neto Arthur Lula da Silva, de 7 anos, falecido no dia 1 de março deste ano.

Leia mais no Brasil247 

Veja também no UOL:

Procuradores da Lava Jato ironizam morte de Marisa Letícia e luto de Lula