Prefeitura anuncia que já foram vacinados mais de 141 pessoas, e nesta quarta e quinta-feira, imunização continua para idosos a partir de 84 anos

O novo decreto que prorrogou por mais quatorze dias as medidas para conter o avanço da Covid-19 na capital está sendo mantido com severa fiscalização.  O documento assinado pelo prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, altera o anterior (de 27 de fevereiro) e traz algumas mudanças como a volta do sistema drive thru, a proibição de aulas presenciais durante as duas próximas semanas em Goiânia e permite apenas atendimento individual nas igrejas.

“Não podemos cruzar os braços e admitir a morte de milhares de goianienses pela Covid-19. Chegamos ao pior momento da pandemia no nosso país. Para salvar as vidas de quem amamos, precisamos fazer sacrifícios. Se já vivemos hoje um cenário de pesadelo, tenha certeza que ainda pode piorar. Isso só vai passar se adotarmos, agora, medidas duras para reduzirmos a circulação do vírus”, disse o prefeito Rogério Cruz durante o pronunciamento.

Taxa de ocupação
Dados atualizados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registraram ocupação de 99% dos leitos de UTI e de 94% dos leitos de enfermaria na capital.

Abertura de leitos
A Prefeitura ampliou o atendimento em leitos exclusivos para tratamento da doença. O mapa de leitos apresenta agora 500 leitos nas duas categorias, sendo 274 somente em UTI, o maior número registrado desde março de 2020. Somente neste ano, foram criadas 178 vagas para pacientes com o novo Coronavírus.

Nesta segunda-feira (15/3), a Prefeitura abriu 20 leitos, sendo dez em UTI e dez em enfermaria, na Santa Casa de Misericórdia, uma das oito unidades que regulam para o município. Agora, o hospital conta com 50 leitos regulados para o município e destinados ao tratamento da Covid-19. No Hospital das Clínicas, as vagas foram ampliadas, somando 67 entre enfermaria e UTI.

Boletim epidemiológico
De acordo com o boletim epidemiológico de segunda-feira (15/3), Goiânia tem 121.897 casos confirmados do novo Coronavírus, sendo 362 registrados em 24 horas. Desde o início da pandemia, são 3.004 vidas perdidas para a Covid-19.

Fiscalizações
Do dia 1º ao dia 15 de março, a Central de Fiscalização da Covid-19 vistoriou 9.067 estabelecimentos comerciais. Destes, 1.024 foram notificados, 145 autuados e 702 foram fechados pelo descumprimento das restrições determinadas pelo novo decreto.

Vacinação

Balanço divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde revela que vacinação contra a covid-19 em Goiânia tá totalizou 141.938 doses aplicadas. Com isso, a capital segue entre as que mais aplicam vacinas no país, contemplando profissionais de saúde e idosos de três grupos específicos. Lembrando que as doses aplicadas incluem tanto a primeira aplicação quanto o reforço do imunizante. O Plano Estratégico de Vacinação para Goiânia foi apresentado em janeiro, norteando as ações para executar a Campanha Nacional de Vacinação

Nesta quarta e quinta-feira (17 e 18/3), idosos a partir de 84 anos recebem a segunda dose da vacina Coronavac. A expectativa é de que 2,5 mil pessoas procurem os postos de vacinação, munidas de comprovantes de aplicação da primeira dose, bem como cópia de documentos pessoais. Importante frisar que a aplicação do reforço nos grupos que receberam a primeira dose do imunizante em janeiro e fevereiro segue em andamento

 

Orientações
A Prefeitura de Goiânia oferece uma Central de Orientações sobre o coronavírus que pode tirar dúvidas sobre a doença. Os atendimentos são feitos todos os dias entre 7h e 19h, pelos seguintes números:
Telefone: (62) 3267-6123
WhatsApp: (62) 3524-6305