Prefeitura aposta na informação para convencer a população sobre os riscos do coronavírus e da necessidade de manter o isolamento social durante a pandemia.

Se tem uma coisa que goiano gosta é de “um dedinho de prosa”. A secretaria municipal de saúde de Goiânia (SMS) alia a tecnologia dos Apps (aplicativos), com a interatividade do bate-papo, para levar informações e tirar dúvidas da população goianiense sobre a covid-19. A razão é simples: nem toda população tem familiariedade com os recursos digitais, e prefere o contato telefônico.

Além de disponibilizar o serviço de teleatendimento, a SMS esclarece dúvidas sobre os sintomas da doença, as formas de transmissão e o isolamento social pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. Lançado no início de abril, o serviço, que é oferecido Central Humanizada de Orientações sobre a Covid-19 da Prefeitura de Goiânia, já atendeu 1938 usuários.

O atendimento é realizado por 36 técnicos em enfermagem, 16 enfermeiros, 16 médicos e um coordenador de equipe. Entre as dúvidas mais frequentes estão a realização de exames que identificam o novo agente do coronavírus, quais unidades de saúde do município procurar em caso de sintomas e como deve ser o isolamento domiciliar e social.

Todos os questionamentos, segundo a técnica da Gerência de Atenção Primária de Goiânia Erika Fernandes Soares, são respondidos seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias. “Nossos profissionais estão preparados para orientar a população e realizar o primeiro atendimento em caso de suspeita da doença”, afirma.

Para utilizar o serviço, os cidadãos devem salvar o número (62) 98599-0200 no dispositivo móvel. Em seguida, basta acessar o WhatsApp e enviar uma mensagem para o novo contato. Durante o atendimento os usuários respondem questionamentos sobre o estado de saúde e podem tirar dúvidas com os especialistas do município.

Para a secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué, a Central tem a missão de otimizar os serviços de saúde e de evitar que os usuários SUS procurem de maneira inadequada as unidades durante o período de pandemia.

“O sistema foi idealizado para viabilizar uma comunicação efetiva entre os moradores de Goiânia e a SMS. Tirando dúvidas pelo WhatsApp ou ligando, muitas pessoas não precisarão sair de casa. Isso representa mais segurança para todos”, garante.

Se durante o atendimento virtual os pacientes informarem a presença de sintomas leves, como coriza, febre baixa e quadro gripal, a Central realiza imediatamente a notificação e encaminha o usuário para o serviço de Telemedicina da SMS, que oferece acompanhamento médico diário via chamadas de vídeos.

Os serviços da unidade são realizados das 7h às 13h e das 13h às 19 todos os dias da semana, inclusive nos feriados. Nos demais horários, das 19h às 7h, o atendimento é eletrônico, informando e instruindo o usuário sobre os horários de funcionamento do serviço. Para entrar em contato com a Central Humanizada de Orientações sobre a Covid-19 por telefone basta ligar no (62) 3267-6123.