No Estado são 78 óbitos, 35 na Capital, 8 em Aparecida, que ampliou o número de testes na população.

 

 

Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que há 2.049 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19). Destes, há 78 óbitos confirmados. No Estado, há 16.094 casos suspeitos em investigação. Outros 6.081 já foram descartados. No Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO) há 138 amostras em análise.

Goiânia

Goiânia contabilizou 67 novos casos de covid-19 em um período de 24 horas, segundo o Informe Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (20/5) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Com isso, o município já confirmou 1.133 casos da doença provocada pelo novo agente do coronavírus. O número de óbitos também aumentou e passou de 33 para 35, 437 pacientes residentes na capital já se recuperaram da infecção, 18 pessoas seguem internadas enquanto 58 permanecem em isolamento domiciliar.

O novo Informe Epidemiológico confirma que a maioria dos casos está concentrada em jovens e adultos com idades entre 20 e 39 anos (42%) e 40 e 49 anos (35%). Dos pacientes internados pela doença na capital, 62% necessitaram de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Os sintomas mais comuns informados pelos 548 pacientes com investigação epidemiológica concluída são tosse (62%), febre (53%), desconforto respiratório (35%), dor de garganta (32%) e diarréia (30%). A edição número 48 do Informe Epidemiológico – Covid 19 pode ser acessada no portal da Prefeitura de Goiânia.

Aparecida de Goiânia

Segundo dados coletados até esta terça-feira, 19, Aparecida de Goiânia tem 207 casos confirmados de Covid-19, com 105 já recuperados e oito óbitos.

“A Prefeitura de Aparecida está fazendo a tarefa de casa. Estamos testando a população tanto por meio desta pesquisa por amostra de domicílios com o teste rápido, quanto pelo RT-PCR, padrão ouro, em pacientes com prescrição médica atendidos nas unidades de Saúde”, afirma o prefeito Gustavo Mendanha.

O gestor lembra que a cidade ampliou a testagem para diagnóstico do Coronavírus com exames do tipo RT-PCR que identifica a doença na fase aguda: “Passamos de 15 testes semanais para mais de 300 e o nosso objetivo é fazer esse número diariamente”. Os exames já foram realizados em mais de 1.500 moradores e 86% foram negativos. “É uma somatória de forças e iniciativas que nos permite traçar estratégias de enfrentamento à Covid-19”, destaca.

Pesquisa feita pela UFG (Universidade Federal de Goiás)  para prefeitura de Aparecida avaliou o isolamento social. Com margem de erro de 3%, a pesquisa realizada apontou dados relevantes tais como: 87,6% dos entrevistados disse que não teve contato próximo (menos de um metro) com um portador da Covid-19 e 2,7% tiveram esse contato; 49% disse ter cumprido o isolamento social mas que alguém da casa teve que sair para trabalhar; 35,8% cumpriram e ainda estão em isolamento; 11,5% cumpriram o isolamento até a duas semanas atrás e depois saíram e 3.6% afirmou não ter mudado em nada a sua rotina durante o período de isolamento.

“A partir dessa pesquisa inferimos uma série de informações. Três delas são muito interessantes: depois da flexibilização, 23% da população mudou o comportamento. Apenas 20% utiliza transporte coletivo para se locomover e o home office não foi uma prática usual em nossa cidade”, afirmou Alessandro.