O número de mortes pela covid-19 registradas no Brasil entre segunda (4) e terça-feira (5) chegou a 1.248, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Com isso, o total de casos fatais no país soma 197.732. Se a tendência superior a mil óbitos em 24 horas for mantida ao longo da semana, o país iniciará 2021 com um cenário que não era observado desde o início de agosto.

Entre os dias 29 e 31 de dezembro, o patamar foi superado por três dias consecutivos. Ainda assim, com menos dados relatados nos feriados de Natal e Ano Novo, houve queda na média móvel. Agora, a soma dos registros dos últimos sete dias dividida por sete voltou a ficar acima de 700 e mostra tendência de crescimento.

Ainda de acordo com o Conass, a soma de pessoas que foram contaminadas pela covid-19, desde que o coronavírus foi identificado pela primeira vez no Brasil, chegou a 7.810.400. Nas 24 horas de segunda (4) a terça-feira (5), foram 58.679 novos casos. v

Relatório da instituição britânica Imperial College indica que a pandemia continua fora de controle no Brasil. O ritmo do contágio (Rt) estava em 1,04 até a segunda-feira (4). Isso significa que cada grupo de 100 contaminados tem capacidade de infectar outras 104 pessoas.