Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales está internado, assim como prefeito de Catalão, Adib Elias, que ontem teve agravamento no seu quadro

O falecimento do prefeito de Goiânia Maguito Vilela (MDB) demonstra que a pandemia do coronavírus não escolha classe social, profissão ou nacionalidade. Maguito lutou 80 dias contra o covid-19 mas não resistiu, vindo a falecer na madrugada desta quarta-feira, às vésperas do seu aniversário de 72 anos que seria comemorado pela família no dia 24 de janeiro.

Hoje a coluna NOTÍCIA PURA do jornalista Divino Olávio informa que o prefeito de Catalão, Adib Elias (Podemos) teve febre de 39 graus durante a noite de segunda-feira (11) para terça-feira (12).

Segundo boletim divulgado na parte da manhã e postado nas redes sociais, Adib Elias (68 anos) seria submetido a exame de tomografia dos pulmões e angiopneumografia do coração e artérias cardiovasculares. E ainda de acordo com o comunicado, dependendo do resultado o prefeito será transferido para o Hospital Sírio-Libanês”, registra o jornalista.

De acordo com Divino Olávio, o prefeito Adib Elias testou positivo para a Covid-19 no domingo (10), data em que foi internado no Hospital São Nicolau, em Catalão. Mas por recomendação da família, foi transferido para Incor na capital paulista na segunda-feira. Até o momento da emissão do boletim pelo hospital, sua situação de saúde era considerada estável.

A nota postada pela Secretaria de Comunicação de Catalão, com as informações do boletim é encerrada com os agradecimentos do prefeito e a família, pelas manifestações de solidariedade, votos de fé e orações.

Bolívia

Segundo o portal Brasil de Fato, o ex-presidente boliviano Evo Morales, de 61 anos, foi diagnosticado com covid-19 na última terça-feira (12). A assessoria de comunicação informou que o quadro é estável e que o político do Movimento ao Socialismo (MAS) está sob cuidados médicos, mas não divulgou detalhes sobre os sintomas.

A Bolívia registra uma média móvel de mortes por coronavírus inferior a 30, e já fez um acordo com a Rússia por 5,2 milhões de doses da vacina Sputnik V.

Desde o início da pandemia, o país andino registrou 176.761 casos de covid-19 e 9.454 mortes.

Depois que a notícia do teste positivo de Morales foi divulgada na imprensa internacional, o próprio ex-presidente se pronunciou pelas redes sociais.

“Agradeço às tantas pessoas que se preocupam constantemente com minha saúde e bem-estar. Graças a Deus, à Pacha Mama e a tantas demonstrações de solidariedade do nosso povo, me encontro muito bem”, informou.

Morales não faz parte do grupo de risco por ter menos de 61 anos. Ele costuma fazer exames de rotina desde abril de 2017, quando passou por uma cirurgia na laringe em Cuba para remover um tumor benigno nas cordas vocais. Há cerca de um ano, quando estava exilado na Argentina, o ex-presidente boliviano viajou novamente à ilha caribenha por motivos de saúde, mas não foram divulgados mais detalhes sobre seus