Com 16 anos de saldo positivo e 4 de prejuízo, os Correios  acumularam um resultado líquido de R$ 12,4 bilhões.

do DCM

O valor passado para a União, atualizado pelo IPCA, foi de R$ 9 bilhões.

Os dividendo foram recebidos por 12 anos seguidos, de 2002 a 2013, mas desde então não tem transferido o lucro, pois está em recuperação do período de prejuízos.

A estatal mantém os próprios recursos e não é dependente do Tesouro para ter aumento de capital e, por isso, teve R$ 254 milhões em 2018, cerca de 2% do total de dividendos distribuídos à União no período.

Mesmo assim, nesta quinta (5), a Câmara dos Deputados aprovou a PEC da privatização dos correios, que abre caminho para o desmonte da estatal.