Contaminações avançam das regiões metropolitanas par a o interior.

Tiago Marcolini.- Agência do Rádio – A região Sul do Brasilapresentou as maiores taxas de crescimento de casos confirmados e mortes por Covid-19 na última semana epidemiológica. Segundo o boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, na coletiva desta  quarta-feira (08), Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina somaram aumento de 36% nos registros confirmados e 27% nas mortes por coronavirus.

A região Centro-Oeste também apresentou números expressivos na disseminação do vírus. Os casos confirmados tiveram aumento de 18% e os óbitos de 22%. O boletim do Governo Federal apontou também que a Covid-19 está presente em 96,4% dos municípios brasileiros, em um total de 5.371 cidades.

“Na região Sul, houve um aumento significativo do número de óbitos para o interior. Temos uma preocupação com o avanço da doença na região Sul, Centro-Oeste e Sudeste, o que certamente tem uma explicação a ver com o estado sazonal desta época do ano”, pontou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros.

Em relação ao avanço da Covid-19 nas outras regiões brasileiras na última semana epidemiológica, o Nordeste teve aumento de 15% nos casos confirmados, mas não registrou crescimento do número de mortes. A região Sudeste apresentou 1% nas confirmações da doença e redução de também 1% nos óbitos.

O Norte do país foi o único a ter redução nas duas taxas. Foram 15% de diminuição nos casos confirmados e 5% nas mortes por coronavirus. Em dados gerais do país, a média diária de casos por semana cresce há um mês e meio consecutivamente.

O Ministério da Saúde apresentou também dados referentes à infecção por profissionais da saúde até o momento. Dos 786 mil casos notificados por Síndrome Gripal (SG), 173 mil (22%) foram confirmados como Covid-19, entre técnicos ou auxiliares de enfermagem, enfermeiros, médicos, agentes comunitários de saúde e recepcionistas de unidades de saúde.

Situação no mundo

O Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos no número total de registros e óbitos por Covid-19. O país norte-americano tem quase três milhões de casos e mais de 130 mil óbitos por coronavirus. Na taxa de incidência por milhão, o Brasil ocupa a 10ª posição no ranking mundial (7.940/milhão), liderado por Catar, Barein e Chile.

Em relação à taxa de mortalidade por milhão, o Brasil aparece na 12ª posição (318/milhão) da lista que tem a Bélgica, o Reino Unido e a Espanha nas três primeiras posições.

 

Leia também:

Ministério da Saúde divulgará dados de Covid-19 em plataforma interativa

Site deve ajudar na fiscalização de gastos da União com ações de enfrentamento à Covid-19

Plataformas online ajudam a compreender evolução dos casos da Covid-19 no Brasil