Bomba: procuradores de Curitiba fazem novo fundo, desta vez com recursos da Odebretch.

 

O escândalo não para. Depois de até a PGR ter visto problemas sérios no “acordo” da Lava Jato com o governo americano, que garantia R$ 2,5 bi da Petrobras para serem geridos pelos procuradores de Curitiba, a vergonha continua.

Agora descobre-se que um acordo semelhante foi feito com a Odebrecht. E com valores ainda mais altos: R$ 6,8 bilhões irão parar nas mãos do MPF de Curitiba, “para que lhe dê a destinação que quiser”.

A bomba foi publicada há pouco pelo site especializado Consultor Jurídico.

Leia aqui:

https://www.conjur.com.br/2019-abr-02/leniencia-odebrecht-tambem-transforma-mpf-gestor-bilionario