Líder do Democratas no senado, governador eleito de Goiás disse que  Bolsonaro terá um grupo de parlamentares que vai honrar essa mudança no país; no Estado, alguns dos secretários anunciados tiveram aval do presidente e do futuro ministro da Economia

 

O governador eleito, Ronaldo Caiado (DEM) aposta no estreitamento das relações entre o governo de Goiás e o governo federal, com a eleição do presidente Jair Bolsonaro (PSL).  Nesta quarta-feira ele se reuniu com o presidente eleito. Líder do Democratas no Senado  Caiado, destacou a importância de uma parceria entre o Democratas e o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

 

Indicações de Brasília

Além da parceria entre os dois partidos (DEM e PSL), Caiado também reforça a parceria administrativa. A futura secretária da Fazenda de Goiás, Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt, teria sido indicada pelo futuro superministro da Economia, Paulo Guedes. Outros nomes, como Ricardo José Soavinski, que irá assumir a presidência da Saneago e o próprio senador Wilder Morais (DEM) também estiveram cotados para assumirem cargos na administração federal, e passam a integrar o novo governo de Goiás, em sintomia absoluta com o Palácio do Planalto.

 

Bancadas

Durante reunião das bancadas democratas na Câmara e Senado com Bolsonaro no gabinete do governo de transição Caiado falou sobre a convergência das pautas da legenda com as defendidas pelo presidente. O governador eleito afirmou que diante de um momento desafiador o partido saberá concretizar as mudanças que a sociedade tanto pede e colocou o governo de Goiás à disposição do governo federal. O presidente do partido e prefeito de Salvador, ACM Neto, declarou que até o início de 2019 o Democratas terá reunião da Executiva nacional para decidir sobre posição do partido a respeito de um apoio formal ao governo Bolsonaro. O presidente democrata disse que a legenda está preparada para trabalhar ao lado daqueles que querem transformar o Brasil.

“O Democratas tem uma noção clara do momento político que nós estamos vivendo. Vossa excelência (presidente Bolsonaro) tem a capacidade de fazer chegar sua mensagem a todos os brasileiros e nós não podemos perder essa oportunidade. Nós temos que saber vocalizar esse sentimento das mudanças necessárias com a sua voz, sua presença pelo Brasil afora, mostrando a nossa responsabilidade, nosso compromisso com a ética, com a eficiência e os resultados para o povo brasileiro. Esta bandeira é nossa. É sua. É do Democratas. Nós saberemos mudar o Brasil”, afirmou na reunião, Ronaldo Caiado.

Caiado enfatizou a qualificação dos quadros do partido e falou sobre a capacidade da legenda de enfrentar grandes dificuldades. “Vossa Excelência (presidente Bolsonaro) terá junto ao Democratas as pessoas qualificadas, bons debatedores, pessoas que querem exatamente o que vossa excelência colocou aqui e que será levado adiante. Vossa excelência (presidente Bolsonaro) pode ter comandado infantaria, mas o Democratas é mais forte do que muitas delas porque saberemos fazer com que o peso das ideias, que são fortes neste momento, nós não vamos perder essa oportunidade. Nós não entramos de meio corpo; não pisamos em duas canoas. Nós só temos um lado. Pode saber que você (presidente Bolsonaro) terá um grupo de parlamentares que vai honrar essa mudança no país”, acrescentou Caiado.

 

Parceria

O governador eleito fez questão de mencionar a proximidade da pauta defendida pelo partido durante muitos anos com a colocada nesse momento por Bolsonaro. E ressaltou a parceria que irá firmar entre o governo de Goiás e a gestão de Bolsonaro.

“Todos nós sabemos que esta pauta tem tudo a ver com tudo aquilo que nós defendemos durante todos os anos, enfrentando com uma coragem ímpar o PT durante 14 anos, na Câmara e no Senado Federal. E pode ter certeza de que vossa excelência (presidente Bolsonaro) terá de aliados os mais competentes e as mais competentes deputadas e senadoras. Governador de estado, vossa excelência pode saber: Goiás é um território que vai saber respaldar também vossa excelência”.

“Temos que estar unidos. Dá para sairmos dessa situação e o mérito será de todos nós. Isso passa pela nossa união com patriotismo e resgate de valores abandonados na última década. Eu acredito no Brasil assim como vocês. Com esse coração verde-amarelo que bate em vocês vamos juntos mudar o destino do Brasil. Não teremos outra oportunidade. Essa é ímpar. Não tenho projeto de poder. Meu projeto é de Brasil. Faço um convite: vamos fazer esse Brasil sorrir de verdade”, destacou Bolsonaro.

“Estamos preparados para dar toda colaboração na construção do futuro do Brasil. Nosso compromisso é com uma agenda que possa, de fato, transformar social, política e economicamente o Brasil. Estamos prontos para trabalhar ao lado do governo, ao lado daqueles que querem transformar o Brasil”, declarou o presidente nacional do Democratas, ACM Neto.