Líder do Governo do Estado no Palácio Alfredo Nasser, Bruno Peixoto é irmão do vereador Wellington Peixoto e filho do ex-secretário municipal de Esportes e Lazer, Sebastião Peixoto.

 

 

Renato Dias

O deputado estadual Bruno Peixoto [MDB] admite disputar a eleição à Prefeitura Municipal de Goiânia, em outubro de 2020, caso o atual inquilino do Paço Municipal, Iris Rezende Macha­do, no exercício do seu quarto mandato como chefe do Executivo [1966-1969; 2005-2008; 2009-2010 e 2017-2020], desista de disputar a reeleição. Para mais quatro anos de gestão.

Líder do Governo do Estado no Palácio Alfredo Nasser, Bruno Peixoto, que é irmão do vereador Wellington Peixoto e filho do ex-secretário municipal de Esportes e Lazer, Sebastião Peixoto, aparece, hoje, nas bolsas das cotações internas à legenda,  como a opção preferencial para um eventual ‘Plano B’. Com densidade eleitoral, capilaridade na Capital e trânsito político

O Movimento Democrático Brasileiro [MDB] define somente em junho de 2020 o nome do postulante. Iris Rezende não anunciou se concorrerá mais uma vez ao cargo. A sua tática é do silêncio. Apesar disso, Goiânia virou um canteiro de obras, revela Sebastião Peixoto. É a melhor gestão da história da carreira de Iris Rezende Machado, ele informa com exclusividade.

Art Déco

Um dos puxadores de votos da sigla, com livre circulação entre a base aliada, Bruno Peixoto não esconde que sonha, um dia, em poder administrar a Capital fundada em 1933, por Pedro Ludovico Teixeira, inspirada na arquitetura de Paris, França, Europa, o Velho Mundo, a Art Déco. Projeto executado pelo arquiteto e urbanista Attílio Correia Lima. De visão cosmopolita.

 

 

Saiba mais

2020

Eleição municipal

já em outubro

6

Mês de junho.

Da convenção

5

É o número de

Pré-candidatos

1,5 mi

Mi habitantes

têm hoje, a capital

86

Anos de História

possui Goiânia