Presidente da República continua desrespeitando protocolos de segurança recomendados por autoridades sanitárias

Do BdF

O Brasil registrou 2.929 mortes por covid-19 e mais 67.636 casos da doença nas últimas 24 horas, segundo o Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass). Com as cifras, o país acumula 13.900.091 casos de covid-19 e 371.678 óbitos.

A pior taxa de letalidade continua sendo a do estado do Rio de Janeiro, com 5,9%, seguido por Pernambuco (3,5%) e Amazonas (3,4%). Essa taxa é medida pela quantidade de mortes em relação ao número de casos registrados em cada estado.

Os três estados com pior taxa de mortalidade (que apresenta o número de mortes por covid em cada estado em função de sua população), são Amazonas com 298,3 mortes por covid a cada 100 mil habitantes, Rondônia (269,4) e Mato Grosso (254,8).

Bolsonaro e a pandemia

O presidente da República viajou neste sábado (17) para a cidade de Goianápolis (GO), onde pousou em um estádio de futebol e cumprimentou diversas pessoas que se encontravam aglomeradas, segundo o jornal Folha de S.Paulo. Bolsonaro estava sem máscara e estendeu a mão a diversas pessoas.

Essa semana, teve início a CPI da Covid, que investigará omissões e eventuais crimes do governo federal em relação à pandemia. A oposição tem apresentado diversos pedidos de impeachment em função de crimes de responsabilidade que o presidente da República teria cometido em relação à crise sanitária no país.

O que é o novo coronavírus?

Trata-se de uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos, os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Edição: Mauro Ramos