Presidente minimiza vírus e diz que cloroquina tem quase 100% de eficácia.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido)  anunciou na tarde desta terça-feira 7/7 que está com Covid-19. Ele fez a revelação durante entrevista concedida na porta do Palácio do Planalto. “Acabou de dar positivo”, disse.

Bolsonaro aproveitou a entrevista para dizer que está se sentindo melhor depois de ter sido tratado com hidroxicloroquina e azitromicina, que não têm eficácia comprovada contra o novo coronavírus.

“Começou domingo, com uma certa indisposição, se agravou na segunda-feira, com cansaço, indisposição e febre de 38 graus. O médico da presidência, apontando a contaminação por Covid-19, fui fazer uma tomografia no hospital. Equipe médica decidiu dar hidroxicloroquina e azitromicina. Como acordo muito durante a noite, depois da meia-noite senti uma melhora, às 5 da manhã tomei a segunda dose e estou me sentindo bem”, declarou.

Mas a propaganda foi além. Disse Bolsonaro: “a população contaminada não sente absolutamente nada. Eu tive um mal-estar. Se tivesse tomado a hidroxicloroquina de forma preventiva, eu estaria sem apresentar reação”, prosseguiu.

Aos jornalistas, ele também voltou a criticar as ações de prefeitos e governadores que adotaram medidas de isolamento social para conter o coronavírus. “[isso] levou um pânico à sociedade no tocante ao vírus”, afirmou.

Com informações do Conversa Afiada