Os Estados Unidos apoiarão uma proposta de renúncia às proteções de propriedade intelectual para as vacinas contra a Covid-19.

A decisão permite  um esforço para aumentar o fornecimento global e o acesso aos imunizantes que salvam vidas, à medida que aumenta a lacuna entre as nações ricas e pobres.

“Somos pela renúncia na OMC, somos pelo que os proponentes da renúncia estão tentando realizar, que é melhor acesso, mais capacidade de manufatura, mais vacinas no braço”, disse a representante comercial dos EUA Katherine Tai em uma entrevista na quarta-feira.

O governo Biden agora participará ativamente das negociações para o texto da renúncia na Organização Mundial do Comércio e incentivará outros países a apoiá-lo, disse Tai. Ela informou Biden na terça-feira, disse uma pessoa familiarizada com o assunto.

Ela reconheceu que as negociações levarão tempo e “não serão fáceis”, dada a complexidade da questão e o fato de que a OMC com sede em Genebra é uma organização dirigida por membros que só pode tomar decisões com base no consenso.

Edição: DCM