Com uma medalha de Ouro, uma Prata e mais uma medalha de Bronze, o Boxe do Brasil encerra a sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio com a melhor campanha de sua história.

Neste domingo, Beatriz Ferreira (60kg) encarou a experiente irlandesa Kellie Harrington na final olímpica. Foi uma luta dura entre duas atletas de grande talento. A vitória ficou com Harrington e, com isso, Bia finaliza sua estreia em Jogos Olímpicos com uma belíssima medalha de Prata.

Além da Prata de Bia, a medalha de Ouro de Hebert Conceição (75kg) e o Bronze de Abner Teixeira (91kg) coroaram o trabalho duro da Comissão Técnica da Confederação Brasileira de Boxe e de todos os funcionários que tornam possível a manutenção da Equipe Olímpica Permanente.

A CBBoxe agradece pelo empenho dos nossos atletas que, mesmo em meio a uma cruel pandemia, conseguiram honrar as cores da nossa bandeira no maior espetáculo esportivo da terra.

A CBBoxe agradece também aos treinadores Mateus Alves, Amônio Lima e Leo Macedo que estiveram presentes em Tóquio e deram todo o apoio e orientação para que os nossos atletas pudessem dar o seu melhor.

O trabalho segue forte para Paris 2024, ano em que o Boxe trará ainda mais alegrias ao nosso país.

Fonte: Confederação Brasileira de Boxe