De origem humilde, a deputada já foi emprega doméstica sai em defesa desta classe tão presente nos lares brasileiros.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a deputada Benedita da Silva (PT/RJ) apresentou projeto de lei que visa amparar os 8 milhões de profissionais do trabalho doméstico em todo o país.

Entre as principais ações de amparo, destacam-se:

*afastamento da trabalhadora doméstica do serviço, sem prejuízo do emprego e do salário.

*garantia de renda mínima para quem exerce atividades de trabalho doméstico sem vínculo empregatício e

* dispensa do período de carência para a concessão de benefícios previdenciários.

“Não é justo deixar quem sempre cuidou de você e de sua casa nessa situação de insegurança”, afirmou a parlamentar.

Além disso, a parlamentar explicou que o projeto de lei também apresenta a criação do Auxílio Emergencial Pecuniário, no valor de um salário mínimo mensal, pago às pessoas que exercem atividades pertinentes ao trabalho doméstico, pelo prazo de cento e vinte dias.

 

Edição: www.viomundo.com.br