Fabrício Queiroz, o laranja da família Bolsonaro, ficou foragido em residências do advogado Frederick Wassef nas mesmas cidades onde o ex-presidente Lula foi alvo de processos do ex-juiz Sergio Moro.

Já fo ij dito pelo filósofo alemão Karl Marx que a historia se repete como farsa. O ex-PM Fabrício Queiroz,  ex-assessir do senador Flavio Bolsonaro, foi parar no Guaruja e em Atibaia, locais que a operação Lava Jato atribuiu, sem provas, como propriedades do ex-presidente Lula.

O jornalismo da TV Bandeirantes descobriu que o advogado Frederick Wassef, “o anjo”, slém de ter escondido Queiroz por um ano na sua casa em Atibaia, também cedeu seu imóvel na praia do Guarujá para o miliciano de estimação da família Bolsonaro.