Por iniciativa do deputado Thiago Albernaz (SD), a Assembleia Legisaltiva de Goiás realizou, na manhã de sexta-feira, 5, sessão especial para homenagear pessoas com autismo, deficiências diversas e Síndrome de Down, como também profissionais que prestam serviço a essas pessoas. Receberam certificados de Honra ao Mérito Legislativo 44 pessoas.

Além do propositor da sessão, que comandou os trabalhos, compuseram a mesa: a representante da Vila São Cotollengo, Célia Ricardo de Souza; presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae Goiânia), Albani Pereira Santana; vereador Dr. Gian (PSDB), representante da Câmara Municipal de Goiânia; psicóloga Sônia Helena Adorno, diretora Multiprofissional de Reabilitação do Hospital Crer.

Também integraramm a mesa o comandante de Saúde da Polícia Militar (PM), coronel Paulo Inácio da Silva, representante do Comando Geral da PM de Goiás; a assessora especial e representante da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Larissa Alves de Souza; e a vereadora Sabrina Garcez (PTB).

Thiago Albernaz destacou a importância do evento e do reconhecimento às pessoas que trabalham e que possuem deficiências. “No começo desta semana comemoramos o Dia Mundial de Conscientização do Autismo e hoje homenageamos simbolicamente autistas, pessoas com deficiência e Síndrome de Down, porque sabemos que conseguir ser um graduando como Maurício Garcez, de 30 anos, graduando de física na UFG, aqui presente, infelizmente ainda é uma exceção, fruto de um árduo trabalho e dedicação do próprio Maurício, sua família e profissionais que o acompanham”, exemplificou.

Ele parabenizou os presentes, especialmente os profissionais da educação.

 

“Eles se dedicam de forma incansável para termos tantos exemplos de avanços e possibilidades, mesmo com escassez de recursos, ferramentas e até reconhecimento. Nosso muito obrigado por desbravarem um caminho difícil e serem mais uma prova que é possível.”

O parlamentar lembrou ainda o início do Abril Azul – mês da luta pelos que vivem com o transtorno de autismo. “É uma forma de lembrar a cada um de nós as recentes vitórias, como o crescimento de 37% no número de matrículas em escolas comuns, e a criação da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência e da política nacional específica, conhecida como Lei Berenice Piana.”

Para Albernaz, este mês também é um momento importante de reflexão quanto aos desafios que as pessoas com autismo precisam enfrentar.

 

“Preconceitos e obstáculos. Entre eles, a adaptação de conteúdo, formação de profissionais, avaliações específicas, ações de inclusão no ambiente escolar e, principalmente, acesso a terapias e a atividades multidisciplinares que garantam o melhor desenvolvimento”, destacou o deputado.

Por fim, colocou-se a disposição da sociedade e disse contar com a presença dos participantes da sessão especial em seu gabinete, para que possam debater, discutir e construir juntos, o caminho para soluções e políticas públicas inclusivas. “Vocês são e fazem a diferença! E é uma honra participar dela. Vamos que vamos!”, encerrou.

Gratidão

Ao subir à tribuna do Plenário da Casa de Leis, a psicóloga Sônia Helena Adorno, diretora Multiprofissional de Reabilitação do Hospital Crer, agradeceu em nome de todas as instituições que trabalham em prol de pessoas com necessidades especiais.

 

“Em nome do Crer e de todas as instituições, eu expresso a nossa imensa gratidão por essa manhã tão importante. É com muito orgulho e satisfação que participamos dessa cerimônia.”

Ela contou que vivencia no dia a dia das dificuldades, desafios e lutas das pessoas com algum tipo de deficiência, mas que a maior motivação é ver a superação que elas conseguem ter a cada dia. “Nossa missão é levar muito mais do que atendimento clínico. Trabalhamos e lutamos para reinserir, readaptar e dar independência aos nossos usuários. Juntos somos fortes!”, ressaltou.

A atriz Rafaela Cuscianna Delgado, emocionada por ter a oportunidade de contar um pouco de sua história de superação, afirma não ter se deixado limitar pelas dificuldades e comemora o amor de familiares e amigos.

 

“Não me deixei limitar, sei ler, escrever, somar. Sinto dificuldade em matemática, mas muitas pessoas também têm”, explica.

Valorizando a inclusão

Luiz Felipe de Assis Faria é portador de Sindrome de Asperger, um dos espectros do autismo. Acadêmico de História(PUC–GO), ele elogiou a iniciativa do deputado.

 

“Este evento, realizado numa Casa de Leis, ajuda a quebrar preconcreitos e tabus.  Sempre fui aluno de  inclusão, e aqui há muitos outros demonstrado que com apoio não há limites para o ser humano”, garante Luiz Felipe.

Portadora de Síndrome de Down, a jovem atriz tem 20 anos, diz que é diferente da mesma forma que todas as pessoas possuem diferenças entre si. Mas possui uma rotina como todas as pessoas, com compromissos e desafios diários.

 

“Possuo sentimentos, sou ousada, e já faço parte do mercado de trabalho”, comemora Rafaela.

Rafaela dá um exemplo de vida e afirma querer representar e buscar espaço e representatividade para “mostrar ao mundo que as pessoas com deficiência são capazes de conquistar seu próprio espaço.

Força da união

Edivânia Borges Dantas, psicopedagoga especialista em atendimento educacional especializado, subiu à tribuna da Casa de Leis para agradecer honrarias recebidas. “Nós temos a responsabilidade de cuidar, proteger e pensar em parceria com o Legislativo, projetos em favor de pessoas com necessidades especiais.”  

Ela ressaltou que os homenageados trabalham visando a inclusão social e assegurando a cidadania de todas essas pessoas. “Deixo meu agradecimento a todos que lutam pelos direitos das pessoas com deficiência. Acredito que juntos somos mais fortes e cada vez mais vamos construir uma sociedade que respeite a individualidade de cada pessoa. É preciso lembrar que cada pessoa, antes de ser deficiente, é, acima de tudo, uma pessoa.”

Apresentações musicais

A sessão foi abrilhantada por apresentações musicais. A Banda Inclusiva Luar, da Vila São Cottolengo, executou o Hino da instituição e as músicas “Paz e Amor” e “É Preciso Saber Viver”.  O estudante de física da Universidade Federal de Goiás (UFG) Maurício Andrade, acompanhado da musicoterapeuta Kelly Cristina Tobias, se apresentou durante o evento. As músicas que cantaram contam a sua história de vida e também tratam sobre seu encontro com a música e como isso o ajudou a lidar com o autismo.

Murilo Cândido Freire, acompanhado do violonista Hudson Arruda Siqueira, cantou a música “É Preciso Saber Viver”. E os alunos Timóteo, Matheus e Kamila, do Colégio Integrado de Educação Moderna, prestaram homenagem à professora Albertina Santana Martins. (Com informações da

Os homenageados:

Albanir Pereira Santana – Presidente da Apae Goiânia

Albertina Santana Martins Bringel- Diretora do Colégio Integrado de Educação Moderna – CIEM

Álvaro Oiano Vizotto-  Voluntário na Associação de Familiares de Amigos dos Autistas de Goiás
Ana Paula Ferrari Lemos Barros – Jornalista – Coordenadora do Moab Goiânia
Cássia Luciane Silva e Oliveira – Psicomutricista da Escola Municipal de Ensino Especial
Clara Luciene Ferreira  –  Diretora da Ascep – Direção da Escola de Ensino Especial  – ASCEP
Cristiane Costa Campos de Freitas- Professora de Libras
Ediene Fernandes Lopes Leandro – Psicopedagoga – Idealizadora e Proprietária da Clínica Stymulus Aprendizagem e Desenvolvimento
Edivania Borges Dantas – Pedagoga / Psicopedagogo / Especialista em Aee – Atendimento Educacional Especializado/Mestranda em Ciência da Educação/Diretora e Conselheira da ABPP Seção Goiás/Coordenadora Pedagógica da Rede Municipal de Educação de Goiânia – Ciclo e EAJA.
Emília Silva Souza – Assistente Social da Associação de Serviço à Criança Especial de Goiânia.
Gustavo Lima Milograna-  Garçon do Restaurante Mau Nenhum – Tem Síndrome de Down;
Isabel Ferreira de Oliveira Canedo – Psicopedagoga
Joanilson Luiz Faleiro da Silva – Professor de Libras
Jonathan Clímaco de Oliveira Silveira – Diretor de Acessibilidade e Inclusão da Prefeitura de Goiânia
Karollina Pinheiro da Costa – Apoio Técnico da Equipe Multidisciplinar da Sme (Secretaria Municipal de Educação)
Lorena Ferreira Prado – Coordenadora Geral do Grupo Autismo Jatai – Gaj
Lucimeire de Brito Pinheiro – Diretora da Ecola Especial Helena ANTIPFF – APAE de Goiânia – Unidade
Maísa Conceição Silva – Pedagoga e professora de Libras
Marcia Adriane de Paula Gomes – Diretora do Centro de Orientação, Reabilitação e Assistência ao Encefalopata
Maurício Andrade Garcez Henrique – Bacharel em Física na Universidade Federal de Goiás;
Naima Gaudia Borges Costa de Amaral – Professora/Intérprete de Libras
Paola Regina Carloni – Professora de Ensino Superior na Área da Inclusão
Sérgio Vaz Mendes – Docente Letras/Libras
Shirley Rodrigues Soares Monteiro – Professora de Atendimento Educacional Especializado
Stefânia Steves da Silva Sena – Professor do Magistério Superior da Universidade Federal de Tocantins
Teresinha de Fátima Figueredo – Professora
Ulisses Roberto Silva Pereira – Voluntário na Associação Espaço Vida
Vagna Antunes da Silva Fernandes – Assistente Social da Associação Down de Goiás
Andréia Cristina De Lima – Professora de Libras
Isaque Cardinale Serafim – Criança de 9 Anos / Escreveu Um Livro Por Meio do Projeto Estante Mágica/ Autista
Rafaela Cuscianna Delgado – Atriz
Gessilma Dias dos Santos Ferreira – Intérprete de Libras
Cassia Menezes Gouveia – Presidente da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Goiás
Luiz Felipe de Assis Faria  – Estudante do Curso de História – PUC
Aparecida Rosalina Oiano  – Voluntária na Associação de Familiares de Amigos dos Autistas de Goiás
Irene Lemes Oliveira Lopes – Professora de Apoio no Educandário Emmanuel
Marisa Eugênia Teixeira da Silva – Diretora do Centro Brasileiro de Reabilitação e Apoio Visual
Sandra de Freitas Paniago – Fonoaudióloga e Professora
Kelly Cristina Tobias de Sousa – Musicoterapeuta e Diretora do Instituto Vida Sonora
Renata José Tavares – Diretora da Escola Ceaba