O Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience reuniu representantes de governo, empresas, entidades e especialistas nacionais e internacionais para debater o futuro das cidades brasileiras, incluindo o contexto da Covid-19.

Aparecida de Goiânia é uma das primeiras cidades do Centro-Oeste a aplicar o conceito de Cidade Inteligente (Smart City), por meio do projeto Cidade Digital. Por esse motivo, o município foi destaque nesta quinta-feira, 10, na 6ª edição do Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020. O evento nacional, realizado no formato 100% virtual, em função da pandemia da Covid-19, contou com a participação do prefeito Gustavo Mendanha.

O prefeito foi um dos palestrantes e apresentou as principais ações desenvolvidas no município por meio do projeto Cidade Digital, que já recebeu três prêmios. “Investir em inteligência não é apenas promover a parte estrutural, mas sim transformar a forma como o cidadão vive e constrói a cidade. Portanto, o investimento em inteligência gera, acima de tudo, cidadania”, ressaltou o gestor.

O prefeito destacou sobre como facilitar o acesso de dados, controle de gastos e o combate à violência do município, como a inteligência e a tecnologia podem contribuir com melhorias nas áreas da saúde, educação, segurança e meio ambiente, entre outros. “O intuito é adotar ações eficazes para fazer de Aparecida uma cidade conectada, integrando todos os setores da administração e da sociedade a fim de desburocratizar o atendimento e universalizar o acesso a todos os serviços. Isso permite maior controle de gastos públicos e melhoria nas tomadas de decisões baseadas em informações cada vez mais precisas”, pontuou Gustavo.

Segundo o gestor, a fase inicial do projeto em Aparecida abrange algumas ações principais que já foram executadas: a instalação de 700 km de fibra óptica interligando a cidade, a ampliação do videomonitoramento da cidade com aquisição de novas câmeras de alta resolução coletando imagens 24h por dia, 7 dias por semana, sendo 2000 câmeras em escolas e 650 em vias públicas, tudo interligado e monitorado por duas salas de monitoramento.

A cidade conta ainda, por meio do projeto, com 200 pontos de acesso à internet, gratuitos, possibilitando acesso ao cidadão dos vários serviços e canais da prefeitura; a contratação de um data center próprio que reúne informações de todas as áreas, possibilitando tomadas de decisão mais inteligentes e a criação de um Centro de Inteligência Tecnológico, um dos mais modernos e robustos do país. Além disso, com a pandemia, foi desenvolvido um sistema de monitoramento da Covid-19, o que possibilita ações pontuais e estratégicas, como o drive thru de exames, e organizar o sistema de atendimento, inclusive de telemedicina.

Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020

A 6ª edição do evento Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020, apresentado no formato virtual, reuniu, nos dias 08, 09 e 10 de setembro, representantes de governo, empresas, entidades e especialistas nacionais e internacionais para debater o futuro das cidades brasileiras, incluindo o contexto da Covid-19.

Realizado pela Empresa Necta, o Connected Smart Cities e Mobility teve como objetivo de debater amplamente iniciativas que possam revolucionar o mercado de smart cities e mobilidade urbana no país, considerando o atual cenário da Covid-19, por meio da interação dos principais atores e com soluções que possam minimizar os impactos da pandemia nas cidades. A edição 2020 trouxe, ainda, a Expo Virtual, que apresentou soluções para o mercado de cidades e mobilidade, por meio da presença de empresas nacionais e internacionais.