Candidata do PT foi sabatinada neste final de semana nos jornais Opção e Hora Extra, confira os principais pontos.

A Delegada Adriana Accorsi teve agenda intensa neste final de semana, que começou com uma carreta na Região Noroeste ao lado do candidato a vice, o ex-prefeito Pedro Wilson e os candidatos a vereadores de sua chapa. Em meio a uma atividade e outra ela encontrou tempo para entrevistas com os jornais da capital. Ela foi sabatinada pelos jornais Opção e Hora Extra. Veja os principais pontos:

 

Obras

 Muitas das obras que estão em andamento não só foram planejadas e idealizadas, como iniciadas pela última gestão do nosso partido.

 

“Sabemos que a gestão do prefeito Paulo Garcia deixou recursos para o BRT, porque eu estava na prefeitura quando o recurso chegou. Deixou o recurso para as obras de recapeamento. Paulo Garcia foi o responsável por buscar por buscar estes recursos”

Muitas das obras que hoje são feitas na gestão do prefeito Iris Rezende foram iniciadas na nossa gestão. O BRT foi idealizado, iniciado e o recurso veio na nossa gestão. Iris tem continuado. É o correto. É o admirável. Que todo prefeito e prefeita tem de fazer. Assim como o recapeamento e muitas outras obras. Foram idealizadas na nossa gestão e o prefeito tem realizado. Da mesma forma eu farei. Terminarei todas as obras. Porque o recurso público foi gasto, o planejamento foi feito e a população é beneficiada com estas obras.

 

Saúde

Nosso plano de governo traz a priorização da saúde básica, com a estruturação das unidades de saúde das diversas regiões da cidade, o fortalecimento do Programa Saúde da Família (PSF), que visa a prevenção das enfermidades. O Programa Saúde da Família é um grande patrimônio do povo brasileiro. É um programa que tem de ser fortalecido.

Outro ponto importante é a valorização dos profissionais da saúde. São grandes heróis que colocam a vida em risco para proteger a vida das nossas famílias. Precisam de salário digno, capacitação e, sobretudo, estrutura adequada para trabalhar.

Vamos contratar pediatras. Precisamos de unidades pediátricas em todas as regiões. Hoje só temos emergência e urgência em Campinas. Há 15 dias, a Secretaria de Saúde disse que colocou o serviço em mais duas unidades. No fim de semana passado, recebi denúncia de que não havia pediatra, o que dificulta a vida das pessoas. Temos de avançar.

“As pessoas falam muito em cidade inteligente, mas precisamos ter gestão inteligente. Existe o teleconsulta, que é um bom programa. Mas a pessoa não consegue o serviço porque falta o médico, o exame e o medicamento. Que a tecnologia possa ser usada para desburocratizar e facilitar a vida das pessoas na cidade, com um serviço público de qualidade.”

 

Transporte público e mobilidade

A questão da mobilidade em Goiânia precisa ter como prioridade a melhoria do transporte público. No mundo, as cidades que conseguiram melhorar a mobilidade e o trânsito investiram em transporte público de qualidade. Esta é uma questão que tem de ser enfrentada em Goiânia.

O transporte público é de péssima qualidade, deve ser um dos piores do Brasil e hoje é um dos mais caros. O que parece ocorrer é o não cumprimento dos contratos das concessionárias. As cláusulas que beneficiam a população, que dizem sobre número de ônibus na frota e a qualidade dos veículos, não são observadas.

Numa cidade quente como Goiânia os ônibus não tem ar condicionado. Por que? Na pandemia é algo que não se exige, mas o ar condicionado  está presente nos ônibus de todas a capitais, em cidades cidades que cobram um valor similar ou até menor do que Goiânia pela passagem. É preciso melhorar a acessibilidade para pessoas com deficiência e as linhas, que muitas vezes são escolhidas diferente da necessidade da população. Se preciso vamos fazer outra licitação.

Nossa ideia é pelo menos dobrar o número de vias para o ciclismo em várias regiões da cidade, dos bairros para a Região Central, em praças e parques, para que as pessoas possam escolher. Se eu quiser ir para a universidade de bicicleta, eu tenho como ir. Se quiser ir para o trabalho ou se quiser praticar este esporte terei lugar com segurança, com banheiros públicos que construiremos em toda a cidade. A pessoa poderá tomar banho para entrar na faculdade ou no trabalho após prática de esportes.

 

Turismo e negócios

Goiânia tem vocação para turismo de negócios, com feiras, congressos, seminários etc. Queremos dar todo apoio que for possível por parte da prefeitura. Vamos ouvir os empresários do setor para saber o que precisamos fazer. Vamos contribuir no marketing para trazer compradores. Nossa idéia é fazer acordo nos modelos de turismo. É possível unir o turismo religioso ao de compras.

A pessoa vai a Trindade visitar a Basílica do Divino Pai Eterno e vem à 44 comprar roupa. Queremos ser uma gestão parceira. Quando você gera emprego, gera renda para a cidade. Circula o recurso na cidade. Se conseguirmos, depois da pandemia e com segurança, trazer grandes eventos, todo o setor hoteleiro e comercial ganha.

 

Segurança Pública

Iremos dobrar a Guarda Civil Metropolitana, que é uma guarda numerosa e capacitada. Trabalhei bastante e fui responsável por uma grande melhoria na estrutura da Guarda Civil Metropolitana. Trouxe na minha gestão ao menos R$ 10 milhões de investimentos do governo federal em viaturas, fardamento, capacitação e armamento. Quero investir muito mais.

Com a nova legislação que diz respeito às guardas civis, a Lei 13.022/2014, que torna as guardas força policial municipal e estende a sua atribuição como uma força de segurança aumentou ainda mais a possibilidade de contribuição do município. Por um lado, o município tem como ter várias ações preventivas que são atribuições do município: políticas públicas de prevenção ao uso de drogas, políticas públicas de prevenção a crimes e delitos relacionados a mulheres e pessoas idosas, políticas de prevenção ao envolvimento da criança e do adolescente com a criminalidade ao potencializar e fortalecer ações esportivas e culturais.

Tirar crianças das ruas e adolescentes das drogas

Iremos recriar o trabalho realizado pelo Cidadão 2000 para que todos adolescentes de Goiânia tenham oportunidade de aprender uma profissão gratuitamente. Faremos parcerias com o setor privados para garantir o emprego para o adolescente aprendiz. Abriremos a capacitação em todas as regiões da cidade e iremos buscar parcerias. Meu pai começou o Cidadão 2000, depois o prefeito Nion Albernaz expandiu ainda mais. O prefeito Pedro Wilson melhorou o programa. Infelizmente o prefeito Iris Rezende acabou com o Cidadão 2000 e não criou outra política no lugar no município. É muito importante para cuidar das nossas crianças e adolescentes.

Para as crianças são oferecidas práticas esportivas e culturais no horário em que não estão na escola. Aos adolescentes, além do acesso à cultura e ao esporte, é oferecido aprender uma profissão e a oportunidade de ter o primeiro emprego.