SMTA registra queda de nas ocorrências  na avenida após implantação da zona 50 km/h.

Para a Secretaria Executiva de Mobilidade e Trânsito, o resultado positivo é fruto da fiscalização do limite de velocidade na via

O número de acidentes de trânsito registrados na Avenida Independência, em Aparecida, caiu 66% entre junho e setembro deste ano. Foi uma redução de 27 para 9 ocorrências, segundo aponta levantamento da Secretaria Executiva de Mobilidade e Trânsito (SMTA). A pasta atribui o resultado positivo à limitação de velocidade da via a 50 quilômetros por hora (km/h), que passou a valer no último mês de agosto.

Desde que a velocidade dos veículos passou a ser monitorada nos cerca de cinco quilômetros da Avenida Independência, os registros de acidentes na via têm caído expressivamente. Nas estatísticas da SMTA constam 27 ocorrências em junho; 31, em julho; 17, em agosto; e 9 acidentes ocorridos no mês passado, no perímetro que vai do setor Village Garavelo, na Região Central, ao bairro Colina Azul.

“Não resta dúvida de que essa redução no número de acidentes é consequência da baixa velocidade com que os motoristas estão trafegando pela via”, analisa o secretário executivo de Mobilidade e Trânsito, Avelino Marinho. Para garantir a atenção dos condutores à limitação de velocidade, nove radares instalados ao longo da avenida fazem o monitoramento eletrônico do tráfego de veículos.

Avelino Marinho explica que a maioria dos acidentes acontecia nos horários de pico. Para ele, essas ocorrências resultavam, sobretudo, da combinação entre um fluxo maior de veículos na via e alta velocidade, o que colaborava para aumentar o risco de incidentes, muitos com vítimas. Ele lembra que a SMTA faz um trabalho permanente de conscientização dos condutores e também pedestres para o cumprimento das normas de trânsito.

“Nós temos levado a educação para o trânsito diariamente para as nossas vias, em unidades educacionais, em empresas e nas campanhas como a da Semana Nacional do Trânsito. O intuito é de chamar a atenção do condutor para que ele tenha mais cuidado ao transitar nas vias, obedecendo a legislação de trânsito e a regulamentação de velocidade. Nós procuramos conscientizar o motorista de que o bem maior que nós temos não é veículo, mas é a vida”, sintetiza Avelino.

Os radares instalados na Avenida Independência registram o excesso de velocidade acima de 50 km/h. O condutor que passa pelos equipamentos acima do limite permitido na via é autuado e a multa varia de R$ 135 a R$ 880. Segundo o secretário Avelino Marinho, pelo Código de Trânsito Brasileiro as vias urbanas têm velocidade máxima de 60 km/h, mas em alguns pontos esse limite ainda é alto. “Por isso implantamos as alterações no limite de velocidade de algumas avenidas do município, buscando proporcionar mais segurança no trânsito no perímetro urbano”, finalizou.