A testagem em massa é um dos pontos fortes da estratégia municipal no enfrentamento à pandemia.

Em abril de 2020, Aparecida de Goiânia iniciou sua estratégia de testagem em massa com exame RT-PCR, considerado padrão ouro por especialistas, para diagnóstico da Covid-19 e nesta terça-feira, 13 de abril, atingiu a marca de 250 mil exames realizados na cidade. A ação tem o objetivo de identificar os doentes de forma eficaz, promovendo o isolamento, o monitoramento e o tratamento de quem precisa, além de controlar também a circulação do vírus na comunidade. O município é o que mais realizou exames no estado de Goiás, testando cerca de 7 mil pessoas por semana. Entre os dias 1º e 13 de abril foram feitos quase 10 mil exames. Conforme a demanda, Aparecida realiza até 1,5 mil testes diários.

O secretário Municipal de Saúde, Alessandro Magalhães, destaca que o número de testes realizados corresponde a 42% da população de Aparecida (590.146 habitantes, segundo o IBGE) e reforça que a alta testagem contribui para salvar vidas:

“O enfrentamento à pandemia em nossa cidade foi pautado nos pilares da Ciência, com foco em três alicerces: testar, monitorar e cuidar. O primeiro deles, segundo a OMS, quando feito em massa, permite o diagnóstico precoce dos doentes, com consequente isolamento e monitoramento dos infectados para deter a cadeia de transmissão do Sars-CoV-2. Nesse sentido, o prefeito Gustavo Mendanha determinou à Secretaria Municipal de Saúde que ampliasse a testagem do município. Isso foi feito no dia 22 de abril do ano passado e de lá para cá o município tornou-se referência na testagem”.

Sobre os outros dois pilares, o secretário afirma: “todos os pacientes que testam positivo para a Covid-19 em nossa cidade são orientados e monitorados pela equipe da Telemedicina da SMS. Se forem do grupo de risco, eles são acompanhados ainda por exames laboratoriais a cada 48h, tomografia computadorizada e oxímetros. Os recursos indicam se o quadro clínico dos pacientes estão se agravando antes das complicações, permitindo intervenções precoces. Caso precisem de internação, a cidade tem 176 leitos de UTI e 176 de enfermaria estruturadas exclusivamente para pacientes com a Covid-19”.

Histórico

No primeiro mês do enfrentamento à pandemia em Goiás, Aparecida realizava apenas 15 testes RT-PCR por semana. Eles eram disponibilizados pela Secretaria Estadual de Saúde, no Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen), que atendia todas as cidades do estado. Contudo, após a contratação de um laboratório privado localizado na cidade, a Prefeitura de Aparecida passou a realizar 300 testes diariamente. O número cresceu exponencialmente em um curto espaço de tempo e hoje são feitos uma média de 1,5 mil exames por dia. Atualmente a cidade é a que mais realiza testes para monitoramento da Covid, em Goiás, totalizando 45% dos exames realizados no Estado.

Agendamento

De acordo com a coordenadora da Atenção Especializada da SMS, Loanny Moreira Barbosa, a pessoa que apresentar sintomas ou tiver tido contato com pessoas positivas pode solicitar o agendamento do teste pelo aplicativo Saúde Aparecida. O acesso pode ser feito pelo site da Prefeitura de Aparecida (aparecida.go.gov.br). Pelo aplicativo o paciente faz o cadastro pessoal com o número do CPF e Cartão SUS.

“Essa ferramenta fortalece nossa estratégia de testagem com encaminhamentos mais ágeis e personalizados. Na página inicial, ao clicar a opção ‘Agendamento teste de Covid-19’, o usuário preenche um pequeno questionário sobre os sintomas que tem apresentado e o sistema encaminha para agendamento em algum dos locais de testagem ou recomenda que o paciente procure uma unidade de saúde, conforme sua situação clínica”, informa a coordenadora. O agendamento também pode ser feito pelo telefone 0800-646-1590.

Em Aparecida, o exame RT-PCR é realizado em dois postos de drive-thru (Cidade Administrativa e Hospital Garavelo) e em sete Unidades Básicas de Saúde (UBS do Alto Paraíso, Garavelo, Independência Mansões, Expansul, Tiradentes, Buriti Sereno e Pontal Sul). Em todos os locais o teste só é realizado mediante agendamento prévio. Nas UBS’s também é possível fazer mediante encaminhamento médico. Já nas Unidades de Pronto Atendimento e hospitais da cidade, o teste é feito em pacientes internados.