Com desemprego em alta,renda em baixa e inflação subindo preços de gêneros alimentícios o mercado espera uma nova queda do consumo per capita de carne bovina esse ano, voltando a patamares antigos, de 20, 30 anos atrás, registra a empresa Scot Consultoria

Do Jornal GGN

O brasileiro consumiu mais carne bovina durante o governo Lula. Em 2006 houve um recorde de 42,8 quilos por habitante. Agora, sob a crise econômica do governo Jair Bolsonaro, o consumo de carne regrediu ao menor patamar já registrado pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) desde 1996, quando começou a série história.

Em 2020, ano da pandemia de Covid-19, o consumo de carne bovina foi de 29,3 quilos de carne por habitante. A queda em 2020 representa uma redução de 5% em comparação a 2019, quando o consumo foi de 30,7 quilos por habitante.

 

Clique AQUI e leia a matéria completa no GGN